São jantares em locais inusitados, de olhos vendados ou inventando danças com chocolate. Degustação de novos sabores, propostas distintivas, em encontros que pretendo levar a cabo com o meu amigo Pedro Sousa Bastos.

jantar-sensorial-01-spirolina-3

O primeiro Jantar Sensorial aconteceu no dia 31 de janeiro, em Braga, no esgotadíssimo B Concept Store, para o qual convidamos o Chef Thomas que desde França nos surpreendeu com uma experiencia vegan, tendo como matéria-prima base a Spirulina… a tal micro-alga que, ao lado de outras como Chlorella, são consideradas super-alimentos. Em parceria com as manas Green Store, ultrapassamos todas as expetativas, numa sala transbordante em sorrisos e corações cheios. As fotos, de qualidade “telemóvel” falam por si…

O projeto do Thomas é vegetariano e bio, explorando não só as hortas terrestres, mas também a desconhecida “horta do mar” em toda a sua variedade de algas marinhas, onde a spirulina é a estela.

Deste casamento interplanetário, entre terra e mar, foram apresentadas degustações energéticas numa entrada de húmus, abobora e algas marinhas; num prato principal de arroz à portuguesa com spirulina e cogumelos; e numa surpreendente sobremesa de espuma de grão-de-bico, cacau cru, spirulina e flor de sal.

Tudo isto sem nunca esquecer o respeito pelos alimentos da época e da região. A comida que é saúde!

No fim desta primeira edição dos Jantares Sensoriais as perguntas repetiam-se: “não quero perder o próximo!”, “quando é o segundo Jantar Sensorial?”, “qual o tema do próximo?”, “onde vai ser o seguinte?”. Estas, e muitas outras respostas, estão a ser preparadas para o Jantar Sensorial #2.

Aguardem…

Obviamente que os Pedro(s) agradecem a todos os que logo na primeira hora aceitaram embarcar nesta aventura, elogiaram e partilharam em diversas redes sociais esta experiencia, em sentimentos e sensações que só provam estarmos no caminho certo: encontros de pessoas especiais em jantares igualmente especiais.

Testemunhos

Bio de Chefe Thomas:

Thomas é um luso-descendente com residência em França. Apaixonou-se há 3 anos pela cozinha e experimentalismo vegan, com o olhar bem voltado para o “mar”. Daí o fascínio pelas algas marinhas, em particular pelos benefícios da spirulina nas confeções vegetarianas.

Viajando por Portugal, Inglaterra, Caraíbas, França… conviveu com pessoas de todo o mundo com quem aprendeu a harmonizar alimentos novos e a transformar produtos simples, mas com muita história, em momentos de verdadeira alegria para a boca, para o corpo e para a mente. Trabalha em França em hotéis e restaurantes onde diariamente aprende com os melhores Chefs do mundo.

É um desportista nato e, portanto, interpreta a boa alimentação como fonte de energia de qualidade. Energia e saúde. Cozinhar é uma paixão. Cozinha com o coração… e aí a magia acontece!

Para ele, a cozinha orgânica é a base da vida.